Mês: outubro 2010

[GTSociais] A discussão Continua

O Grupo de Trabalho Sociais, surgiu no primeiro semestre de 2010, animado por estudantes do curso de Ciências Sociais que desejavam se organizar para debater e coordenar ações a respeito das problemáticas de seu respectivo curso.

Desde então o Grupo vem se reunindo e mantendo suas atividades todas as quartas-feiras a das 09:30 as 10:30 hs, no anf.600 do Prédio D. Pedro I na Reitoria da Universidade Federal do Paraná. O Grupo se mantém de forma independente (de partidos e outros coletivos) , e tem uma estrutura horizontal, isto é todos que participam tem igual direito de decisão.

Desta vez o tema em debate e a divisão do curso em áreas. Devido a resolução do MEC que determina que todos os cursos que tem como domínio as áreas de bacharelado e licenciatura devem oferecer agora em cursos distintos estas duas formações, isto é uma formação de bacharel em Ciências Sociais e uma de Licenciado em Ciências Sociais.

Vide resolução do MEC no linc:

http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/009.pdf

Tal resolução suscita obviamente uma série de polêmicas, justamente por mudar toda a estrutura curricular do curso, sem falar no impacto na formação e profissionalização do cientista social.

Percebendo este problema os estudantes participantes do GTSociais vem organizando debates em torno do tema. O primeiro foi com o Professor Alexandro Dantas Coordenador do Curso de Ciências Sociais da UFPR, que apresentou as mudanças que resultaram no curso tal imposição do MEC. Desta vez o debate é com o professor Altair Pivovar do departamento de educação da UFPR.

O debate esta marcado para esta quarta-feira (27.10.10) no anf.600 no prédio D. Pedro I, Reitoria UFPR a partir das 09:30. Contamos com sua participação.

I Assobio

Semana Cultural da Biologia
A proposta o I Assobio surgiu com a idéia de mobilizar os estudantes da biologia       ♫
para que se interessem e auxiliem na construção de sua vida acadêmica, interagindo com espaços
e formas distintas de entretenimento e áreas do conhecimento.

I AssoBio   ♫

08/11 a 12/11 (segunda a sexta)
Manhã
Oficinas culturais e de debates
Tarde
Mini cursos acadêmicos
Noite
Oficinas Culturais e de debates
</b>
Como começar assobiar?
Traga tuas idéias na reunião do dia ……
Os mini cursos acadêmicos estão sendo conversados com alunos da pós graduação
para que eles ofertem palestras referentes à pesquisa que executam na universidade,
uma forma de divulgar seu trabalho como também demonstrar ao estudante de biologia quais são suas possibilidades dentro do curso.
As oficinas estão abertas, amostras de filme e vídeo, música e teatro.
Qual é o teu assobio?
Um assobio é um chamado de coragem, umas poucas notas agrupadas em melodia que despertam
e avivam. Venha assobiar, tem um silvo lhe chamando …
” (…) Há um sibilar, um silvo agudo, um desvario
uma porta que se abre à liberdade
Coisas de impulso, um capricho ou veleidade
é só um som, nada mais que um assobio (…) ” Fernanda Esteves

Contatos:
COLETIVO MANGUE – mangueufpr@gmail.com

ORGANIZAÇÃO ASSOBIO – assobioufpr@gmail.com

 

http://assobioufpr.wordpress.com/

Construção do I Assobio

I AssoBio

Venha participar da construção de uma semana acadêmica e cultural a ser realizada no Bloco de Ciências Biológicas, durante os dias 08 a 12/11/2010.
Encontros:
15/10 12h e as 17h
Local:
Anf e
Traga suas idéias!
Movimento organizado
pelo CAEB, Coletivo Mangue e quem mais se interessar!

Quinta GEA 07.10.10

O Grupo de Estudos sobre Autogestão, se reuni a mais de um ano de forma autonoma, realizando seus encontros deestudo dentro do tema da autogestão e buscando estabelecer formas horizontais de praticar tal estudo.

Nesta quinta-feira 07.10.10, como de costume estaremos nos encontrando no anfiteatro 600 do prédio Dom Pedro I (campus UFPR Reitoria) a partir do meio-dia.

Continuaremos a discussão da semana passada que era da leitura do capitulo III do livro a Ideia dos Sovietes, que se encontra na pasta Grupo de Estudos Autogestão, na fotocopiadora Reitoria, próxima ao prédio da Reitoria na Rua Amintas de Barros (ao lado da casa das bolachas).

Esperamos os interessados.

No livro, o autor búlgaro desenvolve a idéia dos sovietes, mostrando suas origens e distanciando-a daquilo que ficou conhecido no século XX com o desenvolvimento da União Soviética. Para Vassilev, a origem dos sovietes é libertária e possui raízes nas experiências libertárias dos séculos XIX e XX, não possuindo nada em comum com o “sistema soviético”, concretizado de maneira autoritária e centralista, que submeteu as diversas localidades da Rússia revolucionária a um poder central de Moscou. Vassilev defende que a idéia dos sovietes, ao contrário, é uma nova organização social, “livre e comunista, com a regulação da produção e da distribuição dos bens na futura sociedade por meio de encontros, reuniões de trabalho entre delegados diretos, sempre substituíveis e desprovidos de qualquer poder, das organizações profissionais e dos centros de distribuição.” Ele continua: “esta idéia nada tem em comum com o caráter próprio dos bolcheviques, sua tendência estatista e seu sistema ditatorial na regulamentação da vida social.” Vassilev trabalha a origem e o desenvolvimento histórico desta idéia dos sovietes, passa por seu surgimento, pela evolução da idéia dos conselhos na Rússia e das relações dos anarquistas russos com ela.

http://www.alquimidia.org/faisca/index.php?mod=pagina&id=1605

Assembléia Geral dos Estudantes de Biologia

Discussão de idéias para o CAEB.

Serão abordados:

– Propostas de atividades no CAEB

( Exemplos: Palestras, mini-cursos, oficinas, eventos culturais, etc).

Quando?

QUARTA (06/10), 12hoomin e 17h00min.

Onde?

12h no Sala 1, Anexo da Botânica.

17h no Anf. 7.

Obs: Como esses são horários de almoço ou de janta, haverá lanche no local.

Reuniões do Coletivo MANGUE

O que?

O coletivo Mangue é organizado de forma autogestionária por estudantes de biologia.  O coletivo possui o interesse em estudar temas não  abordados pelos professores na universidade e que são de extrema importância para os alunos. Além dos estudos, o coletivo tem o intuito de estimular a criação de espaço, nos quais, todos os estudantes de biologia interessados participem de forma ativa nas questões políticas referente aos estudantes.

Alguns temas estudados pelo coletivo foram: A autogestão (texto: A tirania das organizações sem estrutura – Joe Freeman), a estrutura hierárquica da universidade ( Texto: Mauricio Tratenberg), A questão sobre o uso de animais na pesquisa e em aulas praticas (Textos Thales Três, e reportagens).

Quando?

Toda sexta, as 17h.

Onde?

No setor de Ciências Biológicas (Campus Centro Politécnico).

No departamento de Genética, andar Térreo.

Onde encontro os textos?

No xerox do Biológicas, pasta 12.