E a Luta não pode Parar!

Após o ultimo Ato da Rede, e a pouca receptividade dos vereadores, assim como da URBS a nossas exigências, tivemos mais uma vez a prova de que o caminho é a LUTA.

Por isso a Rede tratou de elaborar um calendário das próximas ações, afinal o aumento já esta próximo. A iminência do aumento se revela no acordão feito entre empresários, estado e sindicato, que resulta no mísero aumento de 10 % a categoria dos trabalhadores do transporte, que ainda levará em suas costas a carga deste reajuste na tarifa, pois o discursso oficial é de que o reajuste salárial (vergonhoso, afinal são 20 anos de defasagem) é que demanda o aumento do preço da passagem, sabemos muito bem que esse aumento vem a favorecer os empresários que buscam aumentar seus lucros explorando mais ainda o usuário (trabalhador@s e estudantes).

Esses elementos só servem para evidenciar mais a contradição que é um serviço de interesse Público estar sendo gestado pela iniciativa privada, pois por um lado onera o usuário que deveria ter o transporte assegurado como direito, por outro explora mais os trabalhadores, além é claro de ter suas conduções  precarizadas e com  péssima manutenção, o que por sinal tem gerado muitos acidentes até mesmo fatais, isto tudo é claro resultado de uma política que defende o lucro das empresas como um interesse sagrado.

Por isso não deixe de acompanhar as próximas ações da Rede:

01.03.2011- Bicicletaço e panfletaço

02.03.2011- Ato da Rede Ampla Contra o Tarifaço, concentração as 13:30 hs na praça tiradentes.

10.03.2011-  Ato Rede Ampla Contra o Tarifaço

17.03.2011- Ato Rede Ampla Contra o Tarifaço

24.03.2011-Ato da Rede Ampla Contra o Tarifaço

Venha construir a Rede também, para se informar sobre as reuniões envie um e-mail no autogestaoufpr@gmail.com

Veja também:

http://www.contraotarifaco.libertar.org/

Anúncios

1 comentário

  1. SOCORROOOOOOOO

    Chamo a atenção para o fato da homologação do acordo trabalhista entre o setransp e sindimoc.
    O repasse a saúde para que o sindimoc administre o montante de R$ 40,00 por empregado (15.400) totalizando R$ 616.000,00 ao mês para ser utilizado na sáude.
    Ocorre que o sindimoc não gasta mais do que R$ 200.000,00 ao mês na saúde.
    Sobra mais de R$ 400.000,00 ao mês, que não é gasto na saúde.
    Este montante não poderia servir para custear outras despesas, na CONVENÇÃO é claro > repasse à saúde.
    Desta forma, não é preciso o Setransp repassar os R$ 40,00,
    O repasse faz parte do pecentual de 40 % gasto com empregados, segundo a PLANILHA DE CUSTOS DA TARIFA, que os pateões alegam gastar com empregados.
    Esta administração do SINDIMOC já recebeu 4 meses deste repasse.
    Totalizando quase dois milhões e meio de reais. R$2.500.000,00
    Peço a especial atenção para denunciarem, averiguarem, questionarem a admisnitração ddo SETRANSP, DA URBS E DO SINDIMOC.
    O repasse onera a planilha e consequentemente aumenta o valor da tarifa.

    MOTIVO BOM PARA A LUTA:

    ACABAR COM O GORDO REPASSE DE R$ 40,00 PARA A SAÚDE
    ESTE REPASSE AUMENTA O CUSTO COM EMPREGADOS, CONSEQUENTEMENTE AUMENTA A PLANILHA E A TARIFA.
    Obs, O Sindimoc já recebe este valor e certamente não tem como provar que a despesa da saúde é maior do que os R$ 200.000,00 ao mês.

    Também tem R$ 20,00 de seguro de vida e mais R$ 100,00 para a cesta basica, agora disseram qeu vai ser cartão alimentação
    Avaliem a cesta básica e veraõ que compra-se os produtos por no maximo R$ 70,00

    LUCRO BOM PARA ALGUNS
    TARIFA CARA PARA MUITOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s