Manifesto de apoio do Coletivo Quebrando Muros a Chapa para DCE 2011/2012 Tecendo o Amanhã

Dos dias 30 a 01 de Dezembro, teremos as eleições para DCE-UFPR. Por meio deste o coletivo Quebrando Muros vem externar sua posição no processo:

Manifesto de apoio do Coletivo Quebrando Muros a Chapa para DCE 2011/2012 Tecendo o Amanhã
O Coletivo Quebrando Muros existe desde 2009, e desde então busca estar inserido junto aos estudantes, assim como ao lado dos setores mais combativos do movimento estudantil. Sempre  defendemos o protagonismo das demandas e lutas construídas pela base. Nesse sentido buscamos sempre fazer um contraponto a burocratização e o afastamento das entidades da realidade dos  estudantes. Neste ano porém, na construção da greve podemos ver um redimensionamento das relações entre a base dos estudantes e suas entidades, onde estas puderam de certa forma com maior ou menor limitação responder as deliberações e políticas construídas por esta.
Pudemos também observar, com o processo de greve e ocupação da Reitoria da UFPR, o desenvolvimento e retomada de força dos setores mais combativos no movimento estudantil que culminaram nas históricas conquistas (café da manhã, RU aberto 7 dias da semana, ampliação no número e valor de bolsas, e 3 casas do estudante). Ao mesmo tempo que vemos a reorganização dos setores mais combativos do Movimento estudantil, podemos notar a organização da reação, incorporadas nos setores governistas ou ainda mais conservadores, estes setores agora querem “invadir sua praia”, no caso a praia do movimento estudantil e jogar areia nas nossas lutas. Tal reação é notável também a nível nacional quando vemos uma onda de criminalização do Movimento Estudantil, por parte das grandes empresas de comunicação.
Por meio de nossa participação direta na greve e na ocupação, podemos perceber que os setores que se colocaram ao lado dos estudantes em suas lutas se encontram  na chapa Tecendo o Amanhã. Neste sentido pela convergência e unidade prática que fizemos nos embates por uma universidade de qualidade, que resultaram numa série de conquistas para os estudantes da UFPR, e por saber que esta chapa abriga os setores mais combativos e que realmente demonstraram seu compromisso na prática e não em palavrórios e mentiras mal contadas em campanhas. Desta maneira para o atual contexto das lutas, e para as futuras lutas que virão, entendemos que o apoio a chapa Tecendo o Amanhã se coloca na ordem do dia, visando como objetivo resguardar o Diretório Central dos Estudantes a uma gestão que se coloque a disposição dos próximos enfrentamentos que virão.
A chapa Tecendo o Amanhã, assim representa a possibilidade de mantermos o DCE no campo combativo, isso é combatendo as políticas de privatização da Universidade (vide terceirizações e a PL 1749 que desvincula os Hospitais Universitários), as políticas de sucateamento do REUNI (que visa uma política de expansão das Universidades públicas sem a contrapartida financeira o que resulta na precarização desta e da desconstrução do tripé ensino-pesquisa-extensão), e as política propiciadas pelo PNE que não avança nem no que tange a conteúdo, pois não apresenta perspectivas do desenvolvimento de uma política educacional voltada para o público que  rompe com a lógica privatista e do desvio de verbas públicas para o setor privado, no que se refere este se quer aponta um avanço no financiamento para educação pública apontando para os 7% do PIB, quando a muito os movimentos sociais reivindicam 10%, as políticas de arrocho do orçamento público em prol de pagamento de juros aos banqueiros, quando o Governo dos trabalhadores cortam 50 bi R$ do orçamento público (3,1 bi R$ da educação), e tantas outras políticas promovidas por este governo de desmonte da edução superior pública.
Visto isso afirmamos que nosso trabalho ainda  é nas bases, e que as entidades não devem  representar mais que mera expressão das demandas dos estudantes, sendo essas construídas por estes mesmos, a exemplo do que foi a greve estudantil onde protagonismo destes se fez presentes na construção das políticas do movimento, onde os meios de decisão foram a democracia direta e o instrumento de luta a ação direta. Assim pensamos que nosso apoio a chapa Tecendo o Amanhã, somente pode se dar nestes temos, no mínimo compromisso as lutas que virão e no respeito ao interesse dos estudantes.

Leia também:

http://tecendoufpr.org/

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s