Mês: fevereiro 2012

II Jornadas de Luta da Mulher + Cine Feminista

Retirado de : http://resistenciapopular-al.blogspot.com/2012/02/ii-jornadas-de-luta-da-mulher-cine.html

Em 2011, o Coletivo Mulheres Resistem realizou a sua primeira edição das Jornadas de Luta da Mulher, uma iniciativa de mulheres de várias partes do Brasil após o ELAOPA 2011, no intuito de fomentar debates a partir de temáticas que cercam a luta da mulher, para além das simples flores no 8 de março. Nesta segunda edição agrega em suas atividades a proposta do Cine Feminista, surgido em Salvador e executadao também em Natal e Recife no mesmo ano de 201, este muitas mulheres estão se organizando em suas cidades, esperando ter ssegundas e muitas primeiras exibições em mais partes do Brasil!

 
Arriba las que luchan!

Confira abaixo a chamada e programação para II Jornadas de Lutas da Mulher!
 
 
 Acompanhe o blog do coletivo Mulheres Resistem! Clique aqui!

Reitoria recua e cancela contrato com Santander

retirado de: http://www.jornalcomunicacao.ufpr.br/node/10766

UFPR | Publicada em 17/02/12 às 20h57 Reitoria recua e cancela contrato com Santander Banco não vai mais fornecer carteirinhas e catracas para a UFPR Reportagem Thiago Lavado Edição Mário Messagi Jr. Mário Messagi Jr. Banco Santander Em nota publicada na tarde desta sexta-feira, a reitoria da Universidade Federal do Paraná anunciou que cancelou, na última segunda (13), o contrato que previa o fornecimento de carteirinhas e catracas firmado com o Banco Santander. O Ministério Público recebeu duas denúncias de irregularidades no processo (para ver matéria, clique aqui), na quarta (15). O contrato gerou muita polêmica no meio acadêmico (para ver matéria, clique aqui). A Associação de Professores da UFPR (APUFPR), o Diretório Central dos Estudantes (DCE) e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau Público de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral do Estado do Paraná (Sinditest) emitiram notas contra a parceria. Segundo a nota, o chamamento público que deu origem ao contrato foi revogado pelo reitor Zaki Akel Sobrinho. O reitor acatou entendimento da Pró-reitoria de Planejamento (Proplan) de que “a legislação não permite que as instituições públicas tenham conta em instituições bancárias privadas, mesmo que seja uma conta de transferência de dados”. Apesar do cancelamento, o texto ressalta as vantagens que a parceria proporcionaria, como economia de recursos públicos, transparência e agilidade em algumas transações monetárias, como o pagamento nos Restaurantes Universitários e ônibus intercampi. Veja a íntegra da nota UFPR revoga chamada pública O reitor da Universidade Federal do Paraná, Zaki Akel Sobrinho, revogou no dia 13 de fevereiro o Edital de Chamamento Público no qual o Banco Santander passaria a fornecer os crachás de identificação dos servidores e dos alunos. De acordo com as Pró-reitorias de Planejamento e de Administração, a legislação não permite que as instituições públicas tenham conta em instituições bancárias privadas, mesmo que seja uma conta de transferência de dados. Com a revogação, todos os efeitos decorrentes do Edital foram cessados. Apesar de cancelado, o procedimento seguiu todas as normas da Lei 8.666, a chamada Lei Geral das Licitações, e foi considerado dentro da legalidade e transparente. A implantação do cartão permitiria a economia de recurso financeiro da universidade empregado com as carteiras de estudante e com as identidades funcionais. O chip inteligente poderia ser carregado com valores nos caixas dos Restaurantes Universitários aumentando a segurança de servidores e usuários, evitando o uso rotineiro de dinheiro e reduzindo o potencial de assaltos. Adicionalmente, o cartão permitiria maior transparência, economia e controle no uso de recurso público utilizado para subsidiar as refeições da comunidade acadêmica e no uso do transporte intercampi.

Contrato permite ao Santander vender produtos dentro da UFPR; crachás e carteiras estudantis terão logomarca do banco

Trechos do contrato entre a UFPR e o Santader: Venda de serviços do banco em espaço público e propaganda no verso dos cartões

O blog MobilizaUFPR obteve nesta sexta-feira (10/2) uma cópia do contrato firmado entre a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e o banco Santander.

O documento, intitulado “Termo de confecção, doação e manutenção não-onerosa de cartões de identificação e catracas”, foi assinado em 26 de julho de 2011, no meio da greve dos servidores técnico-administrativos da UFPR.

“Será permitido à doadora [ao banco Santander] realizar a entrega dos cartões aos respectivos titulares, servidores e alunos da UFPR, sendo que nesta ocasião a doadora [Santander] poderá ofertar produtos e serviços aos mencionados titulares”, diz trecho do contrato, que prevê um prazo de cinco anos.

O termo menciona, de forma genérica, que o banco não poderá “pressionar ou coagir” servidores e alunos.

Conforme a parceria, a UFPR se obriga a disponibilizar um espaço físico de 100 metros quadrados para que, ao longo de 60 dias, o Santander possa montar uma tenda ou estrutura e fazer a “distribuição dos cartões de identificação e a divulgação de seus produtos e serviços”.

Entre as obrigações da universidade constam ainda “disponibilizar [ao Santander] os dados necessários à confecção dos cartões de identificação de cada categoria da comunidade universitária” e “disponibilizar um espaço no verso [dos cartões] para inserção de sua logomarca [do banco]“.

Leia também https://quebrandomuros.wordpress.com/2012/01/25/nota-sobre-carteirinhas-do-santander/

Todos Contra o Aumento da Passagens!

Ato de rua contra o aumento das passagens de Porto Alegre.


Segunda-feira, 06/02, com concentração a partir das 17:00 e saída as 18:30/19:00 do Utopia e Luta, escadaria da Borges, Centro em Porto Alegre.

VENHA DE BICI! TRAGA SUA FAIXA, SEU INSTRUMENTO MUSICAL, PINTE SUA CARA E AQUEÇA A GARGANTA

VAMOS MOBILIZAR PORTO ALEGRE,

OUTRAS INFORMAÇÕES FIQUE ATENTO!

Fortunati ladrão! Mais um aumento não!!!

Moção de repúdio – Santander aqui não!

Retirado de : http://www.sinditest.org.br/portal/geral/resolucoes-da-assembleia-geral-do-sinditest-pr/

Os servidores técnico-administrativos da UFPR, reunidos em assembleia, repudiam a parceria entre a universidade e o banco Santander. Esta parceria será para a confecção de crachás funcionais e estudantis que “podem ser usados como cartões de débito” da instituição privada espanhola.

Tal convênio foi feito sem nenhum debate nas instâncias da UFPR, nem mesmo em seus conselhos superiores, o que coloca diversas suspeitas sobre o porquê desta situação.

Exigimos o cancelamento imediato dessa operação, através da qual a UFPR pode ceder ao Santander uma carteira de mais de 40.000 potenciais clientes, o que é inadmissível.

SINDITEST (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau Público de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral do Estado do Paraná)

Leia também: https://quebrandomuros.wordpress.com/2012/01/25/nota-sobre-carteirinhas-do-santander/