Trabalhadores/as UFPR se Somam a Movimento de Paralisação e Greves Nacionais

Retirado de: http://www.apufpr.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1880:25-de-abril-e-dia-de-paralisacao-nacional-do-servico-publico-federal&catid=1:apufpr&Itemid=8

25 de abril é dia de paralisação nacional do serviço público federal

Data será marcada por atos públicos e paralisação de atividades 

A APUFPR-SSind convoca todos os docentes da UFPR a participarem do ato público que será realizado no dia 25 de abril, a partir das 10 horas, na Praça Santos Andrade.

A atividade faz parte do Dia nacional de lutas com paralisação, organizado por 31 entidades nacionais que representam diversas categoriais do serviço público federal.

25_de_abrilOs docentes da UFPR, reunidos em assembleia no dia 19 de abril, deliberaram pela incorporação da categoria na paralisação nacional dos servidores públicos federais. Na mesma assembleia foi aprovado o indicativo de greve para o dia 15 de maio.

Os servidores públicos federais reivindicam um reajuste linear de 22,08%, para recompor as perdas dos últimos anos, mas o governo já sinalizou que não está disposto a conceder o aumento e nem discutir a definição do 1º de maio como data base para reajustes anuais.

As 31 entidades envolvidas na campanha salarial de 2012 prometem deflagrar uma greve unificada caso não seja alcançado um acordo até o final do mês.

Na avaliação do movimento docente a construção de uma greve geral unificada do serviço público federal é importante neste momento, uma vez que o governo tem se mostrando intransigente com todas as categorias.

Neste dia ocorrerá em Brasília mais uma reunião do grupo de trabalho que está formulando a reestruturação da carreira dos docentes das instituições federais de ensino superior. Para a diretoria da APUFPR-SSind, é muito importante a adesão dos docentes da Universidade à paralisação, para que o governo federal saiba que a categoria está engajada na luta pelas melhorias na educação e no serviço público do país em geral.

 

Debate

Como atividade do dia de paralisação, ocorrerá também um debate com o tema dívida pública x serviço público, que abordará os prejuízos causados pelo governo federal ao serviço público e, por conseguinte, à sociedade, ao priorizar o pagamento dos altos juros da dívida pública e deixar de investir nos serviços essenciais à população.

O debate começará às 14 horas no anfiteatro 500 do prédio D. Pedro I da UFPR.

 

DSC_0093Organização

No dia 19 de abril representantes de entidades do serviço público federal sediadas em Curitiba se reuniram para organizar as atividades do dia 25 de abril. O encontro ocorreu na sede da regional sul do ANDES-SN.

 

Retirado de: http://www.sinditest.org.br/portal/geral/assembleia-geral-aprova-calendario-de-lutas-e-estado-de-greve/

 

Assembleia Geral aprova calendário de lutas e estado de GREVE!

Publicado em 19/04/2012 por bernardopilotto

Em uma Assembleia Geral bastante representativa que encheu o Anfiteatro-100 da UFPR, os técnico-administrativos em educação (TAE’s) organizados pelo SINDITEST-PR aprovaram o calendário de lutas oriundo do XXI Congresso da FASUBRA. A partir de hoje, estamos em ESTADO DE GREVE.

 

O calendário envolve uma paralisação de 24h, em conjunto com os demais servidores públicos federais, no dia 25 de abril e uma paralisação de 48h pela pauta específica da nossa categoria nos dias 09 e 10 de maio. Essas paralisações serão um alerta ao governo federal, que até o momento não deu ainda uma resposta para as demandas dos trabalhadores. Para os TAE’s, o prazo limite para a resposta é o dia 30 de maio.

Também como forma de pressão, haverá uma caravana a Brasília no dia 17 de maio. Nos dias 18 e 19 de maio, a categoria avaliará a situação em plenária nacional.

Os técnico-administrativos em educação lutam por reajuste salarial, contra o congelamento salarial, por melhorias no Plano de Carreira e contra os projetos de lei que privatizam a saúde, educação e previdência pública.

Pauta Geral

– Reposição Salarial de 22%;

– Data-base, negociação coletiva e direito de greve;

– Paridade entre ativos e aposentados;

– Incorporação das gratificações;

– Contra os projetos de Lei que prejudicam o serviço público

(PL 549/09, PL 248/98, PL 92/07).

Pauta Específica

– Piso de 3 salários mínimos e STEP de 5%;

– Correção do Anexo IV;

– Democracia nas Instituições de Ensino Superior;

– Capacitação e Qualificação;

– Racionalização;

– Contra a EBSERH.

Em Curitiba, a Assembleia Geral e o Comando de Mobilização aprovaram a seguinte programação para o Dia Nacional de Lutas – 25/04/2012 – Paralisação de 24h:

7h00 – Café da manhã

Local: Sala 2 do HC/UFPR

9h00 – Concentração, com últimos informes

Local: Pátio da Reitoria

10h00 – Ato público com os demais servidores públicos federais

Local: Praça Santos Andrade

14h00 – “O Plano de Carreira que queremos”

Local: Anfi-100

A orientação é que, na Unila e nas cidades que possuam campus da UFPR, UTFPR e IFPR, aconteça panfletagem de manhã em algum local público e que, na parte da tarde, os servidores se reúnam para assistir o debate sobre Plano de Carreira via twitcam. O sindicato está buscando articulação com as demais categorias do serviço público para que se construam atividades comuns.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s