Agora o Blá, Blá, Blá é Nacional! (ou informe sobre a 1° reunião de negociação com o MEC)

Após desmarcar a reunião que tinha com o CNGE (Comando Nacional de Greve Estudantil) no dia 5 de julho, hoje, dia 10 de julho finalmente tivemos a oportunidade de sentar junto a representantes do MEC para apresentar nossa pauta. Veja aqui as pautas aprovada pelo CNGE em sua versão final, apresentada ao MEC: pautas_versao_final CNGE pautas_versao_final CNGE

Podemos afirmar sim que foi um avanço de nosso movimento conseguir essa reunião e expor nossas pautas, afinal a menos de um mês atrás o representante maior do MEC, o ministro Mercadante, afirmava com todas as letras: “só negocio com a UNE”. Traduzindo: só negocio com os burocratas governistas.
Nós do Coletivo Quebrando Muros não temos dúvidas que o que pôde gerar esse inicio do processo de negociação junto ao MEC foram as mobilizações por todo Brasil, a exemplo o 3J (na UFPR ocupamos a Reitoria). Além disso a greve da educação hoje atinge 95% das instituições Federais, e mais: a greve ganha diversas outras categorias do serviço federal. Isso somente afirma mais uma vez que para derrotar a burocracia do movimento e avançar nas conquistas a única força que temos é a das ruas, de nossa organização e luta direta.

Blá, blá, blá agora uma tendência nacional entre os burocratas
Podemos afirmar que sim é um avanço do movimento a reunião de hoje, e que esta sim foi imposta ao Estado e seu Governo, bem como a UNE (ou o Estado no movimento). Porém, em nada avançamos nesta negociação e no jogo da “batata quente” do governo o MEC passou as responsabilidades orçamentárias para o MPOG, dizendo que só podemos negociar as pautas com eles. No que tange as pautas que dizem respeito ao MEC, nada além do velho blá, blá blá… Nem mesmo com uma próxima reunião quis se comprometer o ME

Bom, sabemos que as conquistas não virão como presentes dos mesmos gestores do Estado que hoje favorecem o capital privado da educação e que somente a nossa luta direta pode arrancar as conquistas necessárias. Nesse sentido, manter-nos organizados e fortalecer nossas lutas locais garantindo conquistas concretas aos estudantes é o primeiro passo. O segundo é fortalecer nossa unidade com as outras categorias em luta, e mesmo nossa unidade nacional entre @s estudantes. Se o MEC não nos convidar para uma próxima reunião pode deixar que nós mesmos nos encarregamos de fazer uma visita a ele.

É das ruas que virão as conquistas!
Greve Geral em toda Federal!
Ação Direta Radical!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s