Ato das bolsa de mestrado em filosofia da UFPR

“As liberdades não se concedem, conquistam-se.”

No dia 21 de dezembro de 2012 o programa de pós-graduação em Filosofia da UFPR divulgou edital homologando resultado da seleção de mestrado para 2013, no qual, prometia bolsa de dedicação exclusiva para todos aprovados. Os alunos, dispondo dessa certeza, demitiram-se de seus empregos, abriram mão de promoções, não continuaram os processos os concursos que estavam inscritos e desistiram de vagas de pós-graduação adquiridas em outras instituições.

Na última segunda-feira (11), no entanto, cerca de três meses depois, os cinco últimos classificados daquela seleção foram informados via ofício que não seriam mais contemplados com o direito pelo auxílio adquirido em edital. Tal justificava-se pela necessidade de verter bolsas de mestrado em bolsas de doutorado (programa esse que nunca havia recebido promessa de bolsas). Em reunião com a coordenação do programa os alunos foram informados que o critério do corte foi, como suspeitado, desempenho no processo seletivo. Mais: a coordenadora afirmou que critérios sócio-econômicos jamais foram relevantes na seleção de mestrado e doutorado em filosofia, além de acusar um dos alunos de descomprometimento para com o programa.

Motivados pela reunião, os cinco alunos protocolaram processos administrativos nos quais, a partir do relato dos danos por eles sofridos anexado a evidências documentais, pediam a revogação da decisão. O resultado foi o retorno de três das cinco bolsas remanejadas. Quando da divulgação dos motivos pelos quais apenas aquelas três tiveram seus julgamentos favoráveis, surpresa: repentinamente critérios sócio-econômicos tornaram-se relevantes (diga-se, de passagem, tais critérios foram extremamente mal-avaliados por parte do colegiado).

Resulta disso que o estudante Bruno Sanroman, que encontra-se exatamente no meio da classificação em edital por desempenho, teve seu direito de receber bolsa de estudo suprimido por um ato desmedido do colegiado da pós-graduação em filosofia.

Indignados com essa injustiça nós, do Coletivo Quebrando Muros e do Coletivo Outros Outubros Virão, convidamos toda a comunidade acadêmica manifestar o seu repúdio contra a política arbitrária da Pós-Graduação em Filosofia: Nos uniremos junto ao aluno lesado para bradarmos contra as medidas institucionais que esmagam, todos os dias, alunos, fazendo a corda arrebentar do lado mais fraco!

Local: Pátio da Reitoria da UFPR
Horário: 15:30h

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s