12ª Jornada de Agroecologia – MST

Entre os dias 7 e 10 de agosto, membros do coletivo quebrando muros estiveram presentes na 12ª Jornada de Agroecologia realizada na Escola Milton Santos, escola de formação em agroecologia dos MovimentosSociais do Campo, localizada em Paiçandu, região metropolitana de Maringá – PR.Imagem

As Jornadas de Agroecologia são realizadas com o propósito de promover a interação entre os trabalhadores rurais que lutam contra o agronegócio e propondo alternativas de cultivo livre de transgênicos e agrotóxicos. Além disso, propicia a aproximação de trabalhadores rurais, trabalhadores urbanos e estudantes que lutam por uma sociedade mais justa, sem classes sociais.

 

O coletivo Quebrando Muros esteve presente ministrando a oficina AGROECOLOGIA E AUTOGESTÃO: uma experiência com horta escolar. Apresentando relatos do Grupo de Trabalho Germinal sobre a horta agroecologica na Escola Manoel Ribas, na Vila Torres em Curitiba.

 

Os movimentos que promovem as jornadas são: MST – Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, MPA – Movimento dos Pequenos Agricultores; MAB – Movimento dos Atingidos por Barragens; MMC – Movimento de Mulheres Camponesas; CPT – Comissão Pastoral da Terra; FEAB – Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil; Terra de Direitos e GALO – Grupo de Agroecologia de Londrina.

A doença é a fome, o problema é social.

Preservando a natureza, combatendo o capital!

Imagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s