Nota de Solidariedade do Quebrando Muros aos estudantes de Jornalismo

Esta nota abaixo foi publicada no dia 28 de fevereiro pelo Centro Acadêmico de Comunicação da UFPR, data que estava prevista para as matrículas dos cursos de Comunicação Social.

“Um dia antes de dar entrada nos trâmites burocráticos e na matrícula na universidade, os aprovados para o curso de Comunicação Social – Jornalismo na UFPR receberam a notícia de que suas respectivas matrículas não seriam efetuadas. Avisados, ironicamente, por veículos de comunicação e não pelo próprio ministério, calouros se vêem sem perspectivas: as aulas em instituições de ensino particulares já estão para começar, a maioria com matrículas encerradas, e não há curso semelhante em universidade pública em Curitiba. Sem falar dos que não dispõem de recursos para mais um ano de estudos, tampouco de tempo a perder para esperar mais um ano por uma tentativa que lhes já havia sido garantida.

O grande problema reside em que o curso de Jornalismo, na realidade, não existe de si para si: ele faz parte de uma tríade da Comunicação Social — em suas habilitações Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas. Dado tal ponto, por que o restante das habilitações, partilhando muitas vezes de professores em comum, mesma coordenação, mesmo departamento, mesmo campus, mesmos equipamentos, não tiveram suas matrículas canceladas pelo Ministério? O sentimento de revolta e de tristeza que o cancelamento deixou nos alunos de Comunicação Social e nos novos calouros ajuda a explicar o problema: a atitude do MEC é uma represália aos estudantes pelo que eles fizeram, anos atrás, tentando chamar atenção aos problemas do curso, boicotando o Enade — prova aplicada pelo ministério para “avaliação” dos cursos de ensino superior.

Obviamente o MEC não consegue diferir o esquerdo do direito, tampouco o direito do errado. Como pode uma habilitação que tem os mesmos elementos de outras e até mais professores; que forma bons profissionais, renomados e atuantes no mercado; que forma pesquisadores; que, de fato, é uma das mais concorridas da UFPR; e que conta com um corpo discente repleto de ótimos alunos ser cancelado enquanto seus semelhantes não sofrem alteração alguma? Como as habilitações de Publicidade e Propaganda e de Jornalismo recebem notas diferentes pelos seus respectivos colegiados se é o colegiado é mesmo para ambas? A resposta está dada.

Há sim uma série de problemas no curso, essencialmente técnicos e burocráticos. E foi esse o objetivo dos alunos ao chamar a atenção ao problema quando do boicote do Enade. Fechando os olhos para as reivindicações dos alunos, o MEC mostra a sua cara de educador: não o que ouve e entende o aluno, mas aquele que bate com a palmatória. A punição se mostra a cara do ministério, como um exemplo dado para que a história não se repita.

Mas nós, alunos, discentes, Centro Acadêmico de Comunicação Social não concordamos com isso. Não estívemos parados durante esse tempo, mas em reunião com professores, em conversas com futuros calouros, com a gestão, tentando de diversas maneiras achar uma solução para o problema que vem dando a cara desde o fim do último ano. Pedimos aos futuros calouros que não percam suas esperanças e mantenham seus esforços. Vocês passaram por um processo seletivo com edital e regras, cumpriram o protocolo e agora são impedidos de ocupar a vaga na instituição.

O cancelamento do curso e a anulação do concurso foram feitos após as provas, as inscrições e, agora, após o resultado. Pedimos que entrem com processos, que busquem as suas vagas na UFPR, que recorram à justiça. Pedimos apoio à universidade, aos outros estudantes, CA’s (CAAV UFPR, CADI – UFPR e etc), partidos, coletivos e também ao DCE UFPR, como representante dos alunos. Nós também continuaremos fazendo o que pudermos, articulando com professores e universidade, buscando uma solução para o problema. Não viraremos a outra face. Morderemos a mão que nos rouba. Não é uma ameaça, é uma promessa.”

O Coletivo Quebrando Muros presta solidariedade e apoio à Luta do CACOS e ingressos do curso de Jornalismo. Estes estudantes que se esforçaram durante um ano ou mais para poderem ingressar numa Universidade Pública, que pagaram sua inscrição e sofreram com a pressão do ano de vestibular, não são os responsáveis pela falta de estrutura do curso de Jornalismo, muito menos os estudantes de Comunicação Social, que se utilizaram do boicote ao ENADE exatamente para denunciar a pouca estrutura de seu curso, ao contrário do que a Reitoria vem a afirmar em nota publicada no dia 6 de dezembro do ano passado : “[…]A professora Maria Amélia Sabbag Zainko, Pró-Reitora de Graduação da UFPR, informa que as vagas para o vestibular não estão ameaçadas. Ela acrescenta que os cursos não têm problemas estruturais, de espaço, equipamentos ou corpo docente. As baixas notas no Enade são decorrência do boicote dos estudantes, que questionam a validade do exame e entregaram, na maioria, as provas em branco.” (http://www.ufpr.br/portalufpr/noticias/nota-de-esclarecimento-sobre-o-enade/).

Somos totalmente contrários à forma de avaliação mercadológica adotada pelo SINAES- Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, que coloca sobre o ENADE todo o peso da avaliação das Universidades, e que em função deste, os cursos que deveriam receber maior apoio do Governo são cada vez mais empurrados ao sucateamento pela “falta de pontuação”. Então quando estudantes e professores decidem reivindicar suas pautas diante do MEC, ao invés de buscarem melhorar as condições de ensino, decidem por cancelar o ano letivo do curso.

Exigimos que a Reitoria venha a garantir a entrada destes novos aluno e que as condições do curso de Jornalismo sejam melhoradas. Enquanto uma força do Movimento Estudantil, combatemos estes programas de avaliação e ensino que venham a sucatear tanto Universidades Públicas quanto Particulares. Estamos ao lado de quem realmente sofre com o descaso do Governo à Educação brasileira. É necessário que nós, estudantes, nos organizemos para combater esta lógica neo desenvolvimentista da Educação.

Não está morto quem peleia!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s