Apoio Crítico à chapa Nós Não Vamos Pagar Nada – DCE UFPR 2016

Hoje e amanhã (25 e 26 de novembro) acontecerão, na UFPR, as eleições para a gestão do Diretório Central dos Estudantes (DCE). Se trata de um momento importante para o Movimento Estudantil (ME), e portanto, nós do coletivo Quebrando Muros, viemos por meio desta carta colocar nossa opinião sobre o processo e declarar nosso apoio crítico a chapa ‘Nós Não Vamos Pagar Nada’.

Acreditamos que o Movimento Estudantil só estará forte e organizado se estiver presente no dia a dia dos alunos, vinculado à sua realidade, se for construido de baixo pra cima. Esta proximidade se dá no trabalho constante nas bases, nos Centros Acadêmicos (CA’s) e Diretórios Acadêmicos (DA’s), consolidando um movimento combativo e classista. Infelizmente, não é o que vemos hoje na universidade: existe uma entidade distante da realidade dos estudantes e que, de forma geral, acaba por servir apenas aos interesses das organizações políticas que compõe sua gestão, e não para o fortalecimento do ME.

É claro que o histórico do ME da UFPR é suficiente para mostrar que a entidade do DCE pode potencializar as lutas que virão, dependendo dos grupos políticos que o ocupam. Gestões de esquerda potencializaram as lutas, garantindo avanços nas conquistas, por exemplo. Enquanto isso, gestões ligadas ao governo e a partidos de direita atravancaram os processos, boicotando ou implodindo espaços de Assembleia Geral, não mobilizando os cursos para realização de Assembleia Locais, deixando de informar os estudantes sobre os processos de greve dentro e fora da Universidade e apoiando, inclusive, a criminalização dos movimentos grevistas. Portanto neste ano de grandes cortes orçamentários na Educação, e como consequência, muitas greves, a falta de um DCE combativo dificultou a movimentação de estudantes na UFPR, o que foi suprido, entretanto, pela auto-organização da Frente de Mobilização dos Estudantes do Paraná.

Entendemos, portanto, a importância de uma gestão de luta no Diretório, uma gestão que possa ser, como proposto pela Chapa 3, descentralizada e aberta! Do mesmo modo, que seja garantida a participação dos estudantes pela horizontalidade e ação direta. A Chapa 3 é também a única que se comprometeu a lutar pela efetivação das conquistas da greve, que representam necessidades urgentes de várias e vários estudantes. Ressaltamos que, apesar de nossa decisão de não compor a chapa de disputa pelo diretório, não estamos nos ausentando da luta no movimento estudantil. Acreditamos que um ME forte se consolida desde suas bases, sendo então estratégico estar cotidianamente nos CA’s, DA’s e coletivos de curso. Desse modo, estaremos, ainda esse ano e nos próximos, atuando nesses locais no sentido de fortalecer a organização e a luta dos estudantes e construir um movimento estudantil mais forte, combativo e unido!

Não esquecendo desses elementos, declaramos nosso apoio à chapa 3 ‘Nós Não Vamos Pagar Nada’ na disputa do DCE UFPR 2015/2016, pois ela é a única chapa que pode construir nos cursos um Movimento Estudantil sólido e combativo, vinculado às lutas que acontecerão na UFPR e nas ruas!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s