Ação Direta contra a retirada de direitos!

Publicado: dezembro 2, 2016 em Sem categoria

No dia 29 de novembro, em Brasília, enquanto estudantes, trabalhadores, camponeses, povos da floresta e outros setores oprimidos uniam-se em frente a Esplanada para manifestar sua indignação frente a PEC55(antiga 241), um cenário de guerra foi instaurado. A mídia burguesa não faz questão nenhuma de mostrar as imagens de truculência policial e da resistência popular.

O Estado não agiu de forma violenta apenas quando a tropa de choque avançava com bombas e balas ininterruptas para suprimir o protesto, pois sua ação não foi um ato isolado. Faz parte do cotidiano dos explorados a violência e a repressão. O governo trouxe uma medida violenta que afeta a vida de toda a nossa classe, serão vinte anos de contenção. Vinte anos de sucateamento no SUS, vinte anos de precarização na educação (aliada a reforma do ensino médio), isso para privilegiar pagamentos de juros. Não há diálogo quando se trata de manter a fartura dos ricos às custas do trabalhador. Aprendemos com a história até onde pode chegar a repressão política e vivenciamos recentemente, em 2013, que os governos sempre farão de tudo para frear a força das ruas. Violenta é a PEC, violento é o Estado. Lutamos na defensiva, lutamos por nenhum direito a menos! Que o povo siga organizando sua revolta.

É barricada, greve geral, ação direta que derruba o capital!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s